top of page

Um livro silencioso. Mais atento às ninharias daquilo que fere o cotidiano do que às grandes narrativas que gritam certezas. À sua forma, "O Senhor Toshiaki" é um pouco de todos nós. 

"Neste livrinho caligráfico, rarefeito, o Senhor Toshiaki vai aos poucos se ensaiando, e essa é sua história, personagem que jamais seria possível apreender na íntegra em dezenas ou centenas de páginas — sempre haveria uma a mais. Sempre haveria algo a mais a dizer sobre ele, ou sobre mim, ou sobre você" - Adriana Lisboa, Jornal Rascunho #220

bottom of page